Falta de pavimentação e buracos provocam atraso

Os motoristas de ônibus de Campina Grande alegam que a falta de pavimentação e ruas esburacadas são os principais motivos para o atraso do trajeto, além de serem constantes os problemas mecânicos e sujeira acumulada nos veículos. Um dos trechos considerados mais críticos pelos condutores de ônibus é entre os Cuités e Jenipapo, que não tem pavimentação e as ruas são de terra e esburacadas.

A gerência de tráfego da empresa Viação Cabral, que atende a área dos Cuités e Jenipapo, informou que o atraso no trajeto dos ônibus chega a 20 minutos devido à falta de pavimentação na área.

Todos os dias o pedreiro José Mário, 52 anos, precisa pegar o ônibus dos Cuités até o bairro da Prata, onde trabalha em uma obra. O maior problema apontado por ele é a poeira que ele precisa aguentar enquanto espera o transporte na parada, além da demora para chegar até o destino final, já que os ônibus precisam ir devagar para fazer o trajeto na via que ainda não recebeu calçamento.

A gerente de Transporte da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STTP), Araci Brasil, disse que o órgão está fazendo um levantamento de todos os locais que precisam de melhorias para uniformizar a malha viária de ônibus da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *